Economia compartilhada: como inserir a sua empresa nessa onda

O que os patinetes elétricos que invadiram as principais cidades do mundo têm a ver com o Uber ou o Airbnb? Todos fazem parte da chamada “economia compartilhada”, modelo de negócio que substitui a posse de um produto pelo uso ou aluguel do serviço. Segundo estudo da PwC, este segmento deverá movimentar mundialmente US$ 335 bilhões até 2025 – número 20 vezes maior do que em 2014, quando gerou US$ 15 bilhões em receitas.

Ainda que questões regulatórias imponham desafios ao setor, é inegável que a economia compartilhada é uma tendência que não pode ser ignorada. Enquanto companhias tradicionais tentam fazer frente ao novo tipo de concorrência, outras já não mais se perguntam se vale a pena embarcar nessa onda – mas sim como fazê-lo. E a resposta para empresas que querem desenvolver negócios na economia compartilhada passa inevitavelmente por investimento em tecnologia.

O desenvolvimento tecnológico facilitou a conexão entre quem oferece e quem demanda um produto ou serviço. O consumo colaborativo se beneficia de soluções mobile – e vale investir em plataformas intuitivas. Afinal, é através do smartphone que os clientes realizam suas compras, interagem com as marcas e acessam serviços mediados por aplicativos.

Os negócios realizados via ambiente digital demandam infraestrutura tecnológica e robusta capacidade de armazenamento. Neste sentido, as soluções em cloud computing se mostram boas aliadas, na medida em que oferecem mobilidade, redução de custos e segurança.

Também não se pode esquecer a análise de dados. É por meio do Big Data e da imensa quantidade de informações captadas em cadastros e via redes sociais que as empresas disruptivas conhecem o comportamento de compra de seus públicos e desenvolvem estratégias de marketing direcionadas, tornando a comunicação mais efetiva.

Eficiência operacional também é fundamental. A automação de processos, as soluções de mobilidade corporativa e os softwares integrados de gestão de frequência otimizam o tempo do colaborador e reduzem tarefas burocráticas, alavancando a produtividade e, consequentemente, os resultados dos negócios da economia compartilhada.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados aos novos modelos de negócios. O NewPonto Cloud é um software que integra o controle de ponto à folha de pagamento, mantendo dados armazenados na nuvem. Já o NewMobile possibilita a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.