Microlearning: como funciona essa nova abordagem em treinamentos corporativos

O mercado de trabalho vive um momento de transformações aceleradas, exigindo dos profissionais a permanente atualização de habilidades e conhecimentos. Frente à necessidade de capacitar e desenvolver novas competências nas equipes, ganha espaço nas empresas o microlearning, abordagem que utiliza “cápsulas de conhecimento” para potencializar treinamentos corporativos.  

Como funciona o microlearning

O microlearning, ou “microaprendizado”, está se tornando uma das ferramentas preferenciais dos Programas de Treinamento e Desenvolvimento de Talentos. Ao invés de longas palestras ou dos tradicionais workshops, o método utiliza plataformas online para disseminar conteúdos multimídia de curta duração. São vídeos, tutoriais, podcasts e até mesmo games, planejados para captar a atenção da geração de nativos digitais, acostumados a ter informação na palma da mão. 

O propósito da metodologia é facilitar a assimilação rápida de conhecimentos específicos, suprindo demandas pontuais. Com curta duração, linguagem acessível e formato digital, os conteúdos corporativos podem ser acessados via smartphone e outros dispositivos móveis, no momento em que o colaborador achar mais conveniente. Entre os benefícios estão a aplicação em escala, o baixo custo e o alto nível de engajamento. O formato, afinal, vai de encontro às necessidades de requalificação e aprendizado contínuos, nos processos de upskilling, reskilling e lifelong learning.   

Onde pode ser aplicado

O microlearning pode ser aplicado em todos os tipos de treinamento corporativos. Funciona para o onboarding de funcionários recém-contratados, assim como para capacitar colaboradores para o uso de novas ferramentas, ensinar novas técnicas na área de vendas ou desenvolver soft skills indispensáveis às lideranças. O conteúdo, portanto, visa suprir deficiências e deve ser planejado de acordo com as estratégias e objetivos de cada companhia. 

Embora não substitua treinamentos práticos, que exigem dinâmicas de grupo, o ensino à distância é um aliado da aprendizagem corporativa. Além disso, tem se mostrado uma solução bastante adequada para funcionários em jornada remota ou híbrida. Sem dúvida, potencializa a atuação do RH Digital, que não abre mão de recursos tecnológicos para agilizar e aprimorar processos de gestão de pessoas.  

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br. 0