Pesquisa ASSERT releva: valor médio nacional do almoço fora de casa subiu

Brasileiros gastam em média R$ 30,48 por almoço

O valor médio nacional do almoço fora de casa subiu para R$ 30,48, aponta pesquisa do Datafolha encomendada pela Assert (Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador). Em relação a 2015, quando a média era R$ 27,36, houve alta de 11,4%.

O estudo coletou preços em 4.560 estabelecimentos comerciais que trabalham com o sistema de vale-refeição em 51 cidades das cinco regiões do país. O levantamento aconteceu em dezembro de 2015 e janeiro de 2016 e, para estipular o valor considerou-se a refeição completa, isto é, prato principal, bebida, sobremesa e café.

Também foram apurados nesta pesquisa os preços das refeições por tipo de serviço: o sistema comercial é o mais barato, custando R$ 27,03 na média nacional, enquanto o à la carte é o mais caro, R$ 60,96. O almoço executivo custa R$ 45,69, e o autosserviço, que considera o buffet por quilo ou por preço fixo, R$ 28,43.

Para o trabalhador que ganha um salário mínimo de R$ 880,00 e não recebe benefício para a alimentação, o valor mensal do almoço fora de casa, de segunda a sexta-feira, corresponde a 76% da sua renda.

Neste artigo, listamos as vantagens e desvantagens de oferecer vale-refeição ou de manter um restaurante próprio. Aproveite para conhecer todos os benefícios do NewRest, para o controle de refeições de funcionários, prestadores de serviço e terceiros. E, para conhecer todas as soluções customizáveis da Norber, fale com a nossa área comercial.

Pesquisa da ASSERT revela aumento nacional no preço do almoço fora de casa.
Pesquisa da ASSERT revela aumento nacional no preço do almoço fora de casa.