Ética: o que é e a importância deste valor nas empresas

Do grego “ethos”, a palavra ética está ligada ao conjunto de valores e princípios que orienta o comportamento do ser humano na sociedade. Ao longo da história, diversos filósofos se debruçaram sobre caráter, moral e noções de certo e errado para compreender o assunto, mas o fato é que tanto na sociedade como nas empresas existem normas que devem ser seguidas para a harmonia e a segurança do grupo.

No mundo corporativo, a ética deve ser uma prioridade e um valor tanto institucional quanto individual. Na prática, ela se traduz no modo como a empresa se porta em relação à sociedade e aos seus próprios membros, assim como na conduta individual dos seus colaboradores.

Empresas que têm a ética na sua cultura corporativa entendem que as boas práticas criam relações de confiança e geram benefícios em longo prazo. Por isso, instituem normas de conduta para guiar comportamentos e estabelecem mecanismos de controle, como auditorias e sistemas antifraude, visando coibir fraudes, práticas inadequadas e atitudes moralmente condenáveis.

Implantadas de cima para baixo, essas normas são disseminadas para todos os profissionais e passam a orientar suas atitudes. Desta forma, quem não age de acordo com os princípios estabelecidos pela empresa está descumprindo a orientação institucional e fica sujeito a sanções, inclusive demissão por justa causa.

A sua empresa tem a ética como um valor institucional? Quais normas e mecanismos de controle ajudam a orientar os profissionais a terem uma conduta adequada?

A Norber desenvolve softwares de controle de acesso e de frequência que ajudam a coibir fraudes nas empresas. O NewPonto Cloud é um sistema de controle de jornada desenvolvido para impedir a manipulação das marcações de horários e datas originais, com conexão criptografada e banco de dados blindado e atrelado ao servidor. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Indicadores de RH: conheça métricas para avaliar resultados e alavancar a performance

Mensurar resultados é o melhor modo de avaliar a gestão de uma empresa. Como um termômetro, os indicadores de RH permitem entender o que está dando certo ou errado, definir objetivos futuros e realizar ajustes para alavancar a performance da organização. Conheça as principais métricas e desenvolva uma estratégia focada em resultados.

Índice de rotatividade

O turnover indica a quantidade de contratações e demissões da empresa. A rotatividade elevada gera inúmeros transtornos, como custos com rescisão e contratação de novos profissionais, queda na produtividade e perda de talentos. Pode estar associado a fatores como falta de efetividade nos processos de recrutamento e seleção, baixa atratividade em relação à concorrência e problemas de relacionamento com o gestor.

Taxa de absenteísmo

Mede atrasos, faltas e saídas antecipadas de um colaborador. Para fazer o cálculo da taxa de absenteísmo, basta dividir as horas não trabalhadas pelas efetivamente trabalhadas vezes 100. Se for alta, demonstra a falta de interesse do colaborador ou indica problemas, que podem ser tanto externos quanto internos. Softwares de controle de jornada permitem ter os dados de atrasos e faltas sempre à mão, e sem erros.

Head count

É o número total de colaboradores da empresa. O seu aumento ao longo do tempo indica crescimento, enquanto quedas abruptas podem mostrar problemas ou mudanças de rumo. A estratificação em escolaridade, gênero, idade e faixa salarial garante uma visão mais ampla da situação organizacional.

Pesquisa de clima

É um indicador mais subjetivo e seu objetivo é avaliar a satisfação do colaborador. Normalmente é feito a partir de pesquisa qualitativa que inclui questões acerca do relacionamento com os gestores, comunicação interna, perspectivas futuras, envolvimento com as tarefas, além de percepção sobre o ambiente de trabalho e benefícios. Quanto melhor o clima organizacional, maior o engajamento do colaborador.

ROI em treinamentos

A Taxa de Retorno de Investimento (ROI) relaciona os valores investidos em capacitações aos resultados efetivamente alcançados, como redução de falhas e acidentes. A ideia é avaliar de maneira concreta o impacto dos treinamentos sobre a produtividade das equipes.

A Norber desenvolve softwares de controle de acesso e de frequência que ajudam o RH a avaliar a gestão da empresa. O NewPonto Cloud é um sistema de controle de jornada na nuvem que fornece inúmeros dados sobre a jornada de trabalho dos colaboradores e automatiza a folha de pagamento. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

4 lições para aprender com as Gerações X e Baby Boomer

Eles nasceram antes do advento da Internet, tiveram de adaptar-se às transformações tecnológicas e têm muito a ensinar às gerações que recém ingressaram no mercado de trabalho. Conheça 4 lições que Baby Boomers e profissionais da Geração X podem agregar às equipes.

Dê valor ao trabalho

Para os mais velhos, o trabalho era a razão da vida. Extremamente dedicados às empresas, estes profissionais desenvolveram carreiras longas, às vezes abrindo mão da vida pessoal. Isso porque faziam o que gostavam. Hoje, essa turma sabe como poucos combinar qualidade de vida com suas características mais marcantes: comprometimento, pontualidade e lealdade. Como eles, encontre o seu propósito e dedique-se de corpo e alma ao seu trabalho, que também deve ser fonte de alegria e prazer.

Mantenha o foco

O mundo mudou e hoje é requisito ser multitarefas. No entanto, desenvolver múltiplas atividades ao mesmo tempo não significa ser disperso e tampouco atuar no piloto automático. A exemplo dos mais experientes, seja capaz de manter o foco e, principalmente, de desenvolver a capacidade analítica. Raciocínio, análise de variáveis e atenção aos detalhes são fundamentais para um trabalho consistente.

Não desista

Diferentemente das atuais gerações imediatistas, baby boomers e profissionais da geração X sabem que as conquistas são resultado de esforço e se concretizam, na medida em que o tempo agrega conhecimento à carreira. Por entender que virar presidente da companhia não acontece da noite para o dia, cultivam a persistência, aprendem com os erros e não desistem diante da primeira barreira. Como eles, seja persistente, mostre serviço e conquiste o seu espaço.

Aprenda a adaptar-se

Quem tem seus 30 ou 40 anos de carreira viu a tecnologia transformar completamente o ambiente de trabalho. Do telex ao smartphone, essa turma precisou aprender continuamente e, sempre se adaptando às novas ferramentas, tem sido capaz de reinventar-se para atender novas demandas corporativas. Para seguir avançando, inclua a automação de processos na sua rotina e faça da tecnologia um aliado no dia a dia.

A Norber desenvolve softwares de controle de acesso e de frequência alinhados às tendências do mercado de trabalho. O NewPonto Cloud é um sistema de controle de jornada na nuvem que automatiza a folha de pagamento e se integra ao NewMobile, aplicativo para marcação de ponto à distância, via smartphone. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

5 dicas para melhorar a produtividade no começo da semana

A segunda-feira não é o dia mais adorado da semana, mas pode ser o mais produtivo. Para muita gente, começar bem a semana impacta diretamente no restante dela. Confira estas dicas para aumentar a produtividade com organização do tempo e uso de softwares de gestão, alavancando resultados positivos.

  1. Encare como um recomeço

Que tal encarar a segunda-feira como uma oportunidade de construir algo novo? Ao invés reclamar, encha-se de otimismo e veja o começo da semana como uma nova chance de realizar mudanças, colocar um plano em prática e concretizar algo diferente. Detalhe: motivação é contagiante. Líderes que mantém o astral elevado inspiram quem está ao redor, engajando o restante do time.

  1. Organize as tarefas antecipadamente

Planejamento é essencial para o alcance de metas. Por isso, vale dedicar um tempo à organização da agenda, priorizando as atividades e os compromissos. Faça uma lista de tarefas e determine prazos para a execução de cada uma delas. Cumprindo deadlines diários e semanais, você termina o que começou e pode então encarar novas atribuições.

  1. Proteja o período mais produtivo

A maioria das pessoas rende mais no período anterior ao almoço. Se este é o seu caso, dedique suas manhãs para as atividades prioritárias e que exigem maior concentração, evitando distrações e tarefas de mais fácil execução. A ideia é identificar as horas mais produtivas e usá-las da melhor forma possível, fazendo o que realmente importa.

  1. Gerencie o tempo

Deixe a procrastinação de lado, gerencie seu tempo e tenha cuidado com falsas urgências. Para otimizar o dia, também vale usar softwares e outros recursos que automatizam tarefas repetitivas. Um sistema de gestão de frequência, por exemplo, permite realizar o controle de jornada dos colaboradores com mais agilidade e eficiência, reduzindo o tempo gasto com o fechamento da folha de pagamento.

  1. Repita os bons hábitos

A melhor recompensa por um trabalho bem feito é tê-lo feito. Tem algo mais gratificante que a sensação de atingir um objetivo? Quando no fim do expediente sua lista de tarefas estiver completa, analise quais atitudes o ajudaram a ser mais produtivo e repita-os no dia seguinte. É cultivando os bons hábitos que se alcança melhores resultados.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência que melhoram a produtividade no ambiente corporativo. O NewPonto Cloud é um software de controle de jornada na nuvem que automatiza a folha de pagamento, proporcionando agilidade ao RH. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Employee Experience: a experiência do colaborador no foco do RH

O termo Employee Experience (EX) nunca esteve tão em alta. Depois do Customer Experience (CX), que colocou o cliente no centro das atenções, agora é a vez da experiência do funcionário ser o foco de empresas que desejam destacar-se em um mercado cada vez mais competitivo.

Diante do desafio de engajar e reter talentos em ambientes de trabalho multigeracionais, o RH passa a atuar como designer de experiências, fomentando iniciativas para a construção de uma vivência de trabalho significativa para os colaboradores – tanto nos meios físico e cultural como tecnológico. A prioridade é impactar positivamente o resultado da organização através de profissionais satisfeitos e altamente motivados. Conheça os benefícios desta abordagem e saiba como colocá-la em prática:

Conheça seus funcionários

Quer implantar o conceito de Employee Experience na sua empresa? O primeiro passo é escutar seus funcionários e entender que as gerações millennial e centennial têm expectativas, motivações e formas de interagir diferentes de quem já possui um currículo extenso. Para traçar o perfil dos profissionais que nasceram com o smartphone na mão, vale aplicar uma pesquisa de clima e, a partir daí, desenvolver programas que combinem os propósitos deles aos da empresa. Jornadas do tipo home office, com controle de ponto à distância, vêm de encontro aos desejos de flexibilidade e autonomia das novas gerações.

Promova um ambiente de trabalho inspirador

Um lugar organizado, bonito e dinâmico é extremamente eficiente para a construção de uma experiência profissional positiva. No entanto, mais que espaços físicos adequados e descontraídos, um ambiente de trabalho realmente inspirador é aquele que promove a colaboração, inclui a diversidade e é capaz de despertar no profissional o desejo de fazer mais e melhor. Uma cultura organizacional focada na valorização de seus recursos humanos é estímulo para a criatividade e a inovação.

Forneça a melhor experiência digital possível

Um dos segredos da abordagem Employee Experience é tratar o funcionário como cliente e proporcionar-lhe uma experiência digital completa, similar à que ele tem no dia a dia. Se comprar com poucos cliques já faz parte da nossa rotina, por que não fazer com que a execução de tarefas na empresa seja igualmente fácil, rápida e memorável? Ao destravar amarras investindo em tecnologia e na automação de processos, seu negócio ganha agilidade, aumenta a produtividade e eleva a satisfação profissional no ambiente de trabalho.

Incentive o desenvolvimento profissional

Além de salário e benefícios condizentes com o cargo, cada vez mais as pessoas buscam experiências de trabalho que aliam crescimento profissional e conexão com valores pessoais. Por isso, os líderes que estimulam o desenvolvimento de competências e fornecem feedback contínuo são decisivos para a construção de uma vivência de trabalho significativa. O bom relacionamento com o líder direto, aliás, é fator determinante para a redução das taxas de turnover e absenteísmo.

A sua empresa tem se esforçado em criar uma experiência positiva para os colaboradores? Conte-nos suas iniciativas para a melhoria do engajamento e da retenção de talentos.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados às tendências do mercado de trabalho. O NewPonto Cloud é um software de controle de jornada na nuvem que automatiza a folha de pagamento e se integra ao NewMobile, aplicativo para marcação de ponto à distância, via smartphone. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

4 lições de liderança para observar no filme “O Rei Leão”

Com inspiração shakespeariana, “O Rei Leão” é um clássico da Disney. Na releitura live-action, os animais hiper-realistas emocionam até mesmo a turma que curtiu o desenho na infância. Mas, além do impressionante visual criado por computação gráfica, o filme apresenta lições de liderança para profissionais da “selva” corporativa. Conheça ensinamentos da história que já levou milhões de expectadores aos cinemas em todo o mundo. Atenção: contém spoiler.

Líderes reconhecem e valorizam

Mesmo estando no topo da cadeia alimentar, o Rei Mufasa explica ao seu filho e legítimo sucessor Simba, que todos na selva têm um papel no círculo da vida. As empresas funcionam de modo similar: cada colaborador desempenha uma função na engrenagem e é reconhecendo o potencial de cada pessoa que se fortalece o espírito de equipe.

Líderes seguem em frente

Quanto maiores as suas responsabilidades, maiores são os desafios. Pois a expressão Hakuna Matata, que significa “não se preocupe” no dialeto africano suaíle, pode ser encarada como a capacidade de manter o otimismo mesmo diante de problemas. Na vida e no trabalho, é fundamental aprender com as adversidades, libertar-se do que ficou para trás e seguir em frente.

Liderança é resultado de exemplo (e não de posição)

Mufasa fala e se comporta como rei. Na selva, todos lhe são leais porque ele conhece suas responsabilidades e limites, inspirando confiança. O irmão usurpador Scar, por sua vez, não tem seu reinado reconhecido porque governa a partir de cima, sempre impondo ameaças e espalhando medo. Moral da história: liderança não tem a ver com cargo ou posição hierárquica, mas sim em se tornar um exemplo a ser seguido.

Líderes escutam, aprendem e ensinam

Ao longo de sua jornada, Simba aprende valiosas lições com Mufasa, Rafiki, Timon e Pumba. Graças aos conselhos do pai e dos amigos, ele assume seu lugar de direito e torna-se um grande líder. Como gestor, adote o conceito de “lifelong learning”, aprenda a escutar e busque adquirir novas habilidades. Líderes também são mentores generosos: instruem, orientam e, tal como o rei Leão, transmitem seus conhecimentos aos mais jovens.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência que promovem melhorias nos processos de gestão de pessoas. O NewPonto Cloud é um software que automatiza o controle de ponto e o integra à folha de pagamento, facilitando o dia a dia do RH. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Economia compartilhada: como inserir a sua empresa nessa onda

O que os patinetes elétricos que invadiram as principais cidades do mundo têm a ver com o Uber ou o Airbnb? Todos fazem parte da chamada “economia compartilhada”, modelo de negócio que substitui a posse de um produto pelo uso ou aluguel do serviço. Segundo estudo da PwC, este segmento deverá movimentar mundialmente US$ 335 bilhões até 2025 – número 20 vezes maior do que em 2014, quando gerou US$ 15 bilhões em receitas.

Ainda que questões regulatórias imponham desafios ao setor, é inegável que a economia compartilhada é uma tendência que não pode ser ignorada. Enquanto companhias tradicionais tentam fazer frente ao novo tipo de concorrência, outras já não mais se perguntam se vale a pena embarcar nessa onda – mas sim como fazê-lo. E a resposta para empresas que querem desenvolver negócios na economia compartilhada passa inevitavelmente por investimento em tecnologia.

O desenvolvimento tecnológico facilitou a conexão entre quem oferece e quem demanda um produto ou serviço. O consumo colaborativo se beneficia de soluções mobile – e vale investir em plataformas intuitivas. Afinal, é através do smartphone que os clientes realizam suas compras, interagem com as marcas e acessam serviços mediados por aplicativos.

Os negócios realizados via ambiente digital demandam infraestrutura tecnológica e robusta capacidade de armazenamento. Neste sentido, as soluções em cloud computing se mostram boas aliadas, na medida em que oferecem mobilidade, redução de custos e segurança.

Também não se pode esquecer a análise de dados. É por meio do Big Data e da imensa quantidade de informações captadas em cadastros e via redes sociais que as empresas disruptivas conhecem o comportamento de compra de seus públicos e desenvolvem estratégias de marketing direcionadas, tornando a comunicação mais efetiva.

Eficiência operacional também é fundamental. A automação de processos, as soluções de mobilidade corporativa e os softwares integrados de gestão de frequência otimizam o tempo do colaborador e reduzem tarefas burocráticas, alavancando a produtividade e, consequentemente, os resultados dos negócios da economia compartilhada.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados aos novos modelos de negócios. O NewPonto Cloud é um software que integra o controle de ponto à folha de pagamento, mantendo dados armazenados na nuvem. Já o NewMobile possibilita a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Desafios do RH: como se antecipar às tendências e liderar a inovação

Atualizar tecnologias, modernizar práticas e antecipar tendências em gestão de pessoas estão na pauta do RH moderno. Para ser mais que um setor operacional e burocrático na empresa, o departamento precisa lidar com a transformação digital e com a chegada das novas gerações ao mercado de trabalho. Conheça os principais desafios da área e prepare seu RH para o futuro.

Engajamento e retenção de talentos

Diante da mudança do perfil do colaborador, que cada vez mais procura aliar a atuação profissional com um propósito de vida, um novo desafio se impõe às empresas: como engajar e reter talentos? Hoje, contar com uma cultura organizacional capaz de conectar os valores das pessoas aos da empresa é crucial para melhorar a motivação e alavancar a produtividade. Um ambiente de trabalho que valoriza a diversidade também tem influência direta na redução do turn over. Além disso, jornadas do tipo home office com controle de ponto remoto vêm de encontro aos desejos crescentes por flexibilidade e autonomia.

Automação de processos de gestão

Para ganhar agilidade e fomentar mudanças que impactam o desempenho da empresa, o RH deve estar disposto a liderar a inovação. A automação de processos é uma necessidade entre companhias que visam reduzir erros na execução de tarefas repetitivas e, ao mesmo tempo, permitir que os colaboradores mantenham o foco nas questões estratégicas. Nesse sentido, softwares de gestão são grandes aliados frente ao desafio de manter a empresa competitiva em relação à concorrência.

Análise de dados e tecnologia em nuvem

O ganho de eficiência está atrelado à velocidade com que acessamos informações e as processamos. Planilhas em papel são coisas do passado na atual era de dados armazenados em nuvem. Por isso, o investimento em sistemas integrados é decisivo para o compartilhamento de informações atualizadas online, garantindo colaboração, assertividade e rapidez na tomada de decisões.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados às novas demandas do mercado de trabalho. O NewPonto Cloud é um software que integra o controle de ponto à folha de pagamento, mantendo dados em segurança na nuvem. Já o NewMobile possibilita a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Empresas com propósito: por que abraçar causas é positivo para os negócios

O lucro não é mais o único objetivo das empresas. Se antes o interesse dos acionistas vinha em primeiro lugar, hoje é cada vez mais corriqueiro que organizações abracem um propósito maior e liderem mudanças a favor do meio ambiente, da diversidade ou da equidade de gênero.

Em empresas de variados portes e ramos de atuação, este engajamento institucional acompanha uma mudança de comportamento dos consumidores, hoje mais conscientes e exigentes. Ultraconectados e bem informados, eles entendem o impacto de suas decisões de compra e não veem problema em mudar de marca caso esta não esteja alinhada a seus valores pessoais.

A compra motivada por convicção se tornou a lógica dominante em todas as faixas etárias e de renda. De acordo com o estudo global “Edelman Earned Brand”, 69% dos brasileiros escolhem, trocam, evitam ou boicotam uma marca com base no posicionamento dela sobre temas relevantes para a sociedade. Desta forma, para as empresas não se trata mais de decidir adotar um posicionamento ou não – mas sim de escolher como fazê-lo de forma efetiva.

A nova lógica do consumo tem impulsionado mudanças no meio corporativo, que passa a enxergar clientes e colaboradores como cidadãos. Enquanto algumas companhias criam comitês internos, outras contratam consultorias para planejar ações pela inclusão da diversidade, sustentabilidade e outras demandas da sociedade. A ideia é que a causa defendida publicamente seja um valor interno da empresa, de fato alinhada ao seu propósito. Oportunismos, aliás, não são bem vistos – e quem não pratica o que fala pode ter a reputação arranhada nesta atual era de opiniões compartilhadas via redes sociais.

Entre os ganhos apontados pelas companhias genuinamente envolvidas com pautas sociais está a maior identificação do público com os valores da marca, gerando fidelização e melhores resultados financeiros e de imagem.

Fazer o bem também produz reflexos positivos no ambiente de trabalho. Mais pessoas estão buscando um trabalho com propósito – e, portanto, a responsabilidade social corporativa é um aliado importante na atração e retenção de talentos. A sensação de atuar numa organização comprometida em ajudar pessoas gera motivação, melhoria do clima organizacional e redução das taxas de absenteísmo e turn over. Além disso, pesquisas demonstram que companhias que cultivam a diversidade são mais produtivas e inovadoras que a concorrência.

A sua empresa está institucionalmente engajada a alguma causa? Conte-nos como esse engajamento se reflete internamente e quais benefícios ele proporciona junto aos públicos de interesse.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados às novas demandas do mercado de trabalho. O NewPonto Cloud é um software que automatiza a gestão do controle de ponto e moderniza operações do dia a dia. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Modelos de gestão: qual o mais adequado para sua empresa

O modelo de gestão de uma empresa diz muito sobre a maneira como as lideranças administram seus recursos – humanos e financeiros – em prol do crescimento do negócio. Seja focando em resultado ou tornando o processo decisório mais participativo, o objetivo é sempre aumentar a competitividade e melhorar a lucratividade. O modelo adotado, porém, depende de diversos fatores, como a cultura organizacional, o perfil dos funcionários e tipo de atuação. Conheça os principais modelos de gestão e decida qual o mais adequado para a sua empresa.

Gestão participativa

Por meio de relações menos hierárquicas e mais verticalizadas, este modelo incentiva a participação e o engajamento dos colaboradores, que têm voz ativa no processo decisório. Também chamada de gestão democrática, pressupõe habilidade comunicacional elevada, maturidade para debater e negociar, além de colaboração e trabalho em equipe.

Gestão meritocrática

A ideia é alavancar a performance recompensando o colaborador a partir de seu desempenho individual. Se por um lado o modelo meritocrático estimula a competitividade, por outro pode acirrar disputas e elevar a tensão internamente. Para funcionar, deve necessariamente contar com avaliações transparentes – de modo que todos tenham oportunidades de crescer junto com a empresa.

Gestão focada em resultados

O alcance de metas é o que realmente importa neste modelo de gestão que almeja soluções rápidas. Com objetivos bem definidos, valoriza-se mais o resultado do que o processo para atingi-lo. Aqui, a quantidade de horas passadas dentro do escritório ou os caminhos na realização de tarefas não têm relevância desde que a entrega seja real e efetiva.

Gestão focada em processos

A palavra-chave deste modelo de gestão é aprimoramento de processos. Com foco na eficácia do trabalho realizado, visa otimizar o tempo e os recursos de modo a agregar valor a todas as etapas da cadeia produtiva. Por valorizar a qualidade do produto ou serviço final, exige metodologia, controle e sistematização.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência que modernizam a gestão de pessoas. O NewPonto Cloud é um software que integra as informações do controle de ponto à folha de pagamento, garantindo mais agilidade e eficiência ao RH. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.