Previsão estratégica: como identificar cenários futuros e se preparar

Em tempos de transformações aceleradas, quem não atuar antecipadamente em relação ao futuro corre sério risco de ficar para trás. O mundo complexo, ambíguo e repleto de incertezas em que vivemos vem exigindo das companhias atenção a movimentos globais que podem colocar em xeque operações tradicionais. Neste contexto, abordagens como o “strategic foresight” buscam identificar cenários emergentes e apoiar a implementação de mudanças que garantam o sucesso do negócio em longo prazo.

Identificação de cenários 

A previsão estratégica, ou “strategic foresight”, lida com múltiplas variáveis para antecipar cenários possíveis. Mais que mapear aspectos sociais, tecnológicos, ambientais e políticos, os estudos sobre o futuro buscam determinar o grau de importância dessas variáveis no negócio. Além de apontar tendências já em curso, são detectados sinais que, mesmo incipientes, podem crescer e indicar disrupções futuras. A ideia, ao ampliar o campo de visão, é ter subsídios para uma tomada de decisão acertada, em diversos cenários ou situações. 

Levantamento de oportunidades

De modo geral, o processo de previsão ou antecipação estratégica compreende as fases de pesquisa, imaginação e implementação. Na primeira fase, diversos métodos, processos e ferramentas são usados para projetar cenários futuros. Vale lembrar que empresas com mais maturidade digital saem na frente, já que contam com uma base de dados mais expressiva para análise do negócio e do mercado em que atuam. A fase seguinte, de imaginação, trata de ampliar o horizonte de possibilidades antevendo problemas e soluções. A matriz SWOT é um bom ponto de partida para o levantamento de ameaças e oportunidades, que podem orientar não só os cenários possíveis, mas os caminhos desejados para o futuro da organização.

Estratégias de ação

Ao prever mudanças antes que elas aconteçam, a empresa se torna mais resiliente a fatores externos. Mas mais que se adaptar ou reagir rapidamente, ser capaz de pensar à frente possibilita uma conduta proativa, que promova mudanças necessárias em processos internos, desde desenvolvimento de novos produtos, gestão de pessoas e adoção de novas tecnologias. Sendo a transformação digital uma aliada da inovação, também é válido investir em soluções que aprimorem a gestão e a produtividade das equipes.

Como sua empresa está lidando com as incertezas do mercado e de que maneira planeja criar vantagens competitivas para o futuro? 

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, tanto presenciais quanto remotos. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Equipe Comercial.