Empresas com propósito: por que abraçar causas é positivo para os negócios

O lucro não é mais o único objetivo das empresas. Se antes o interesse dos acionistas vinha em primeiro lugar, hoje é cada vez mais corriqueiro que organizações abracem um propósito maior e liderem mudanças a favor do meio ambiente, da diversidade ou da equidade de gênero.

Em empresas de variados portes e ramos de atuação, este engajamento institucional acompanha uma mudança de comportamento dos consumidores, hoje mais conscientes e exigentes. Ultraconectados e bem informados, eles entendem o impacto de suas decisões de compra e não veem problema em mudar de marca caso esta não esteja alinhada a seus valores pessoais.

A compra motivada por convicção se tornou a lógica dominante em todas as faixas etárias e de renda. De acordo com o estudo global “Edelman Earned Brand”, 69% dos brasileiros escolhem, trocam, evitam ou boicotam uma marca com base no posicionamento dela sobre temas relevantes para a sociedade. Desta forma, para as empresas não se trata mais de decidir adotar um posicionamento ou não – mas sim de escolher como fazê-lo de forma efetiva.

A nova lógica do consumo tem impulsionado mudanças no meio corporativo, que passa a enxergar clientes e colaboradores como cidadãos. Enquanto algumas companhias criam comitês internos, outras contratam consultorias para planejar ações pela inclusão da diversidade, sustentabilidade e outras demandas da sociedade. A ideia é que a causa defendida publicamente seja um valor interno da empresa, de fato alinhada ao seu propósito. Oportunismos, aliás, não são bem vistos – e quem não pratica o que fala pode ter a reputação arranhada nesta atual era de opiniões compartilhadas via redes sociais.

Entre os ganhos apontados pelas companhias genuinamente envolvidas com pautas sociais está a maior identificação do público com os valores da marca, gerando fidelização e melhores resultados financeiros e de imagem.

Fazer o bem também produz reflexos positivos no ambiente de trabalho. Mais pessoas estão buscando um trabalho com propósito – e, portanto, a responsabilidade social corporativa é um aliado importante na atração e retenção de talentos. A sensação de atuar numa organização comprometida em ajudar pessoas gera motivação, melhoria do clima organizacional e redução das taxas de absenteísmo e turn over. Além disso, pesquisas demonstram que companhias que cultivam a diversidade são mais produtivas e inovadoras que a concorrência.

A sua empresa está institucionalmente engajada a alguma causa? Conte-nos como esse engajamento se reflete internamente e quais benefícios ele proporciona junto aos públicos de interesse.

A Norber desenvolve sistemas de controle de acesso e de frequência alinhados às novas demandas do mercado de trabalho. O NewPonto Cloud é um software que automatiza a gestão do controle de ponto e moderniza operações do dia a dia. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

4 estratégias para conquistar e fidelizar clientes

Diante de consumidores exigentes e de um mercado cada vez mais competitivo, a excelência no atendimento nunca foi tão importante. Qualquer que seja o ramo de atividade da sua empresa, o bom atendimento é um diferencial para a fidelização. Conheça quatro modos de gerar encantamento e satisfação, evitando que seu cliente caia nas graças do concorrente.

  1. Personalize a experiência de compra

Atenda o seu cliente do modo como ele deseja ser atendido. Para isso, o primeiro passo é conhecer seu perfil e suas preferências para avaliar qual será a melhor abordagem. Numa loja, dar atenção sem ser invasivo pode ser decisivo para uma experiência de compra positiva e surpreendente. Se o seu negócio se baseia no e-commerce, certifique-se que a navegação seja simples e funcional, tanto durante a escolha do produto como no pagamento. O comprador online valoriza a praticidade. Uma plataforma virtual confusa pode fazê-lo desistir da compra – e você não quer perder a venda, certo?

  1. Abra canais de comunicação

Em um mundo cada vez mais digital, é essencial investir em canais de comunicação nas redes sociais. Mais que um SAC para críticas, sugestões e reclamações, o meio digital é uma ferramenta de relacionamento que, quando utilizada estrategicamente, cria empatia entre o consumidor e a marca. Além disso, comentários de clientes satisfeitos influenciam outros clientes. Por isso, responda as solicitações atentamente, agradeça feedbacks e valorize a comunicação personalizada. Mais que um cliente, você ganhará um seguidor.

  1. Ofereça benefícios

Crie programas de fidelidade e ofereça descontos ou benefícios aos clientes frequentes e mais antigos. Ao conceder uma contrapartida, desenvolve-se uma relação bilateral de lealdade que fará seu cliente se sentir prestigiado e motivado. Presenteá-lo com promoções exclusivas também ajuda o fortalecimento de vínculos.

  1. Cuide do pós-venda

Tão importante quanto a venda é o pós-venda. A atenção ao cliente não deve acabar quando ele sai da loja. Mais que apenas comprar, o consumidor hoje quer orientação sobre produtos ou serviços, além de atendimento ágil e prestativo em casos de dificuldade de uso ou defeito.

Especialista em gestão de controle de frequência, a Norber desenvolve soluções customizadas, atendendo demandas específicas de seus clientes. Além de produtos sob medida, a empresa acompanha todo o processo de implantação do software, realiza treinamentos e disponibiliza um help desk diferenciado, pronto para oferecer suporte qualificado ao usuário. Para conhecer as funcionalidades do NewPonto e de outros produtos, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

4 estratégias para conquistar e fidelizar clientes
4 estratégias para conquistar e fidelizar clientes