Entrevista de desligamento: como usá-la de maneira estratégica

Desligar um funcionário, por vontade dele ou não, é sempre um momento delicado nas empresas. Muitas emoções estão em jogo, e a entrevista demissional é uma oportunidade para humanizar a saída do profissional e colher informações para a melhoria de rotinas internas. 

Em geral, esta entrevista é conduzida por um profissional de RH ou um consultor externo. Embora seja facultativa, isto é, não existe obrigatoriedade para que aconteça, é uma ferramenta valiosa, já que o profissional, na condição de ex-colaborador, pode fornecer sua visão sobre clima organizacional, relação com chefes e colegas, expectativas quanto a salário, além de práticas que podem ser aprimoradas.

Quando a pessoa se sente à vontade, a conversa tem potencial para revelar problemas que podem afetar outros membros da equipe, desde descontentamento com plano de carreira até condutas impróprias por parte dos gestores. Com esses dados em mãos, é atribuição do RH utilizá-los de maneira estratégica. Após avaliação criteriosa, é possível corrigir rotas, investigar questões polêmicas e, sobretudo, identificar pontos para a melhoria do engajamento e a redução dos índices de absenteísmo e turnover.

Para que a conversa seja produtiva, é importante ouvir a pessoa com empatia e atenção, deixando claro que o que se busca é um feedback de sua experiência na companhia. Em alguns casos, há mágoas e ressentimentos. Por isso, deve-se aproveitar o momento para esclarecer dúvidas e mapear questões que podem futuramente acarretar processos judiciais, como é o caso de queixas sobre horas extras.  

O não pagamento de horas extras, vale lembrar, é o principal motivo de processos trabalhistas. Por isso, a realização de uma gestão de jornada eficiente é fundamental para garantir transparência na relação entre empregador e funcionário – e, assim, minimizar riscos de eventuais embates judiciais. Sistemas de ponto online possibilitam que a marcação seja acompanhada em tempo real, o que facilita a gestão das horas trabalhadas e os pagamentos devidos.  

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br.

A importância do feedback no ambiente de trabalho

O feedback é uma das ferramentas mais poderosas para o desenvolvimento de talentos. Além de alinhar expectativas, a prática de dar retorno sobre um projeto, comportamento ou desempenho serve para identificar oportunidades de melhorias e desenvolver times de alta performance.

No dia a dia, muitos gestores não percebem quão importante é reconhecer o colaborador pela qualidade das suas entregas. Mas o valor do feedback positivo é claro: ele reforça os comportamentos corretos e está diretamente ligado ao aumento do engajamento e da produtividade. Isso porque o profissional, ao ter seu trabalho reconhecido, é encorajado a seguir adiante em suas atividades diárias, com confiança de que está no caminho certo. 

O feedback negativo, por sua vez, não é fácil de ser dado ou recebido. De maneira geral, as pessoas tendem a evitar conversas difíceis, o que pode gerar um problema muito maior no futuro. Por isso, é fundamental avaliar a ocorrência com rapidez, evitando que as falhas se repitam. O feedback, nesse sentido, deve ser imediato e específico. Quando fornecido de forma construtiva, em um ambiente focado na melhoria contínua, permite ao colaborador entender seus pontos fortes e fracos, corrigir rotas e aperfeiçoar o trabalho. 

Vale lembrar que a comunicação clara, respeitosa e transparente deve ser uma prática contínua – e não se resumir apenas à avaliação de desempenho comumente realizada uma vez ao ano. Quando as devolutivas são feitas periodicamente e em momentos oportunos, têm um impacto significativo sobre comportamentos, habilidades e carreiras. Por meio de feedbacks, por exemplo, o gestor pode advertir o colaborador acerca de atrasos e faltas, mostrando que assiduidade e pontualidade são valorizadas na empresa.    

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br.