Human centricity: a estratégia que tem o ser humano no foco do negócio

Evoluir é parte inerente à vida de qualquer companhia. Tanto que líderes bem-sucedidos sabem que os negócios de hoje não podem ser guiados por estratégias de ontem. E está claro, dentro de uma perspectiva histórica, como essa evolução tem ocorrido. Afinal, se na Revolução Industrial a preocupação era a eficiência produtiva, com o advento da globalização e a ampliação da concorrência, o foco passou a ser o consumidor. Agora, frente a uma sociedade cada vez mais conectada e exigente, as estratégias de negócios parecem priorizar as conexões e experiências humanas. 

No atual contexto, ganha espaço nas grandes corporações o conceito de “human centricity” – ou centralidade humana. Mais que focar no cliente, as empresas buscam entendê-lo como ser humano, ou seja, um indivíduo que sente, deseja, se relaciona, se transforma. É tratar o outro não apenas como consumidor, já que consumir é só uma das esferas da vida. 

Ao colocar as pessoas no centro da estratégia, o que se pretende é gerar conexões legítimas com os diversos públicos, atendendo demandas plurais, mas de maneira personalizada e em escala. Faturamento, vendas e alcance de metas continuam sendo importantes, mas decorrem da capacidade de entregar soluções que façam sentido à vida das pessoas, seja o público interno ou o externo. O resultado é o aumento da confiança e da satisfação das pessoas, a ampliação da participação no mercado e, consequentemente, o crescimento das receitas.

Empresas “human centric” priorizam o bem-estar comum e compartilham uma visão sustentável de sociedade. Além de atenção ao impacto que suas ações, decisões e operações causam à vida das pessoas, elas se propõem a desenvolver em sua cultura organizacional atributos como empatia, colaboração e reciprocidade. As relações são “ganha-ganha” – e não só em relação aos potenciais clientes, mas também junto aos colaboradores e à sociedade como um todo. Nesse sentido, entram em cena conceitos como user experience, employee experience, assim como práticas alinhadas à agenda ESG, com um olhar para a sustentabilidade ambiental, social e de governança.   

Porém, para ser “human centric” na prática, e não só no discurso, é preciso incorporar os valores propagados no dia a dia operacional. Isso passa por uma profunda mudança cultural, que inclui a revisão de processos, tecnologias e competências. 

Para ser capaz de estabelecer os próximos ciclos de inovação a partir do conceito “human centric”, recursos como inteligência artificial, cloud computing, plataformas digitais e análise de dados são fundamentais para compreender a jornada dos clientes e o engajamento das pessoas. A tecnologia, portanto, é um meio para se entregar uma experiência personalizada e de alto valor, tanto para o consumidor quanto para o colaborador. 

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo os que atuam em jornada remota. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br.

Sistema de ponto online: benefícios para a gestão de pessoas

Que tal usar a tecnologia para tornar a gestão de pessoas mais rápida e eficiente? Listamos alguns dos benefícios que as soluções de ponto da Norber fornecem para o RH.

Otimização de processos

Os recursos do NewPonto Cloud foram desenvolvidos para facilitar o dia a dia dos gestores, otimizando o controle de ocorrências, justificativas e apontamentos. Por ser compatível com o e-Social e permitir variadas integrações, o sistema automatiza o envio dos dados para o cálculo da folha de pagamento e cumprimento das obrigações legais.  

Acompanhamento em tempo real

A marcação do ponto via web possibilita o acompanhamento da jornada do colaborador em tempo real, ou seja, o gestor consegue monitorar atrasos, faltas e banco de horas. Além disso, o sistema dispõe de relatórios gerenciais, envio de alertas e recursos para aprovações individuais e coletivas.  

Trabalho colaborativo

O NewPonto Cloud garante acesso rápido via internet, a partir de múltiplos aparelhos. Como os registros ficam armazenados na nuvem, podem ser acessados pelos profissionais responsáveis à distância, impulsionando o trabalho colaborativo e em equipe

Gestão de times remotos

A marcação de ponto online, feita pelo colaborador a partir de seu dispositivo de trabalho, possibilita o gerenciamento eficaz de times remotos, inclusive dos que atuam no modelo home office ou híbrido.   

Segurança dos dados

As soluções da Norber dispõem de conexão criptografada e banco de dados blindado para garantir a integridade dos registros. O acesso ao sistema pelo usuário requer login e senha. Além disso, recursos de geolocalização e selfie estão disponíveis para a marcação via smartphone. 

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br.

 

5 benefícios do sistema de ponto em nuvem

A tecnologia em nuvem, também chamada de cloud computing, vem ganhando espaço no RH Digital. O sistema de ponto em nuvem é uma das tecnologias que otimizam processos e rotinas, facilitando desde o registro como também o tratamento do ponto e a gestão da jornada. Conheça as vantagens desse sistema. 

  1. Redução de custos

O primeiro benefício de um software em nuvem é que ele dispensa gastos com infraestrutura e manutenção, já que não é necessário investir em servidores para instalar ou armazenar os programas. Além disso, por se tratar de um SaaS (Software as a Service), você contrata o serviço de acordo com a necessidade, ficando o fornecedor responsável pela manutenção, hospedagem e atualização do sistema.    

  1. Facilidade de acesso

Uma das vantagens do sistema de ponto em nuvem é, sem dúvida, a facilidade de acesso. Por meio de um dispositivo conectado à internet, o colaborador usa seu login e senha para fazer a marcação online dos seus horários via browser, de maneira rápida e prática. Mas não é só o colaborador que se beneficia. Afinal, o sistema também pode ser acessado via web pelos gestores, o que garante eficiência no tratamento do ponto e na gestão da jornada.     

  1. Mobilidade

A possibilidade de registrar e gerir o ponto a partir do escritório, de um coworking ou do home office é outra vantagem, sobretudo em tempos de pandemia. Graças a essa mobilidade proporcionada pela nuvem tem sido possível, para muitas empresas, controlar a jornada de trabalho dos colaboradores à distância.   

  1. Informação em tempo real

Em um mundo conectado e ágil, ter a informação em tempo real é uma vantagem e tanto. Para o RH, contar com o registro de ponto de maneira instantânea se traduz em integração da folha de pagamento, facilidade na gestão do banco de horas, além de agilidade para o pagamento de benefícios como vale-transporte e auxílio home office.  

  1. Segurança dos dados

Armazenados na nuvem, sempre com backup, os registros de ponto estão seguros, ou seja, nenhum vírus ou problemas elétricos e de HD podem corromper os dados. Além disso, o sistema dispõe de conexão criptografada e banco de dados blindado para garantir a integridade dos registros. No caso de marcação via smartphone, há ainda mecanismos de geolocalização e selfie, evitando o risco de fraude.    

A Norber desenvolve sistemas de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Entrevista: Caroline Chorbajian, do RH da Norber, explica os desafios, tendências e tecnologias para uma gestão remota mais eficaz

Gerente de RH da Norber, Caroline Chorbajian tem larga bagagem em gestão de pessoas. Na segunda parte da entrevista ao blog, ela fala sobre os desafios da gestão remota, além de tendências e soluções tecnológicas para a área de Recursos Humanos. 

Por causa da pandemia, passamos a viver a realidade do trabalho remoto. Quais são os principais desafios da gestão à distância? Quais iniciativas podem aprimorar o engajamento e a produtividade das equipes em home office? 

As pesquisas são unânimes em afirmar que a produtividade no home office aumenta, embora nenhuma explique qual é a métrica usada para essa avaliação. No mercado, por outro lado, ouvimos queixas de que há mais trabalho e retrabalho, além de relatos sobre a dificuldade de engajar o colaborador à distância. Isso significa que o volume de trabalho não anda junto com a produtividade e a eficácia, e esse é o principal gargalo da gestão remota na maioria das empresas. Para o nível gerencial, a demanda de trabalho é de fato maior, porque você tem de acompanhar as pessoas, dar os passos, guiar, colocar meta, cobrar. Minha sugestão é destacar um líder que coordene os demais, ou formar duplas ou trios para que trabalhem em equipe, um ajudando o outro. 

Na Norber, até pelo perfil do colaborador, que tem interesse em colocar a mão na massa para aprender e se desenvolver, não sentimos tanto esse problema. É claro que os coordenadores das áreas também estão constantemente acompanhando, para saber quais dificuldades as equipes de desenvolvimento estão tendo, em que ponto os projetos estão, etc. Acredito que uma das vantagens do modelo remoto é a economia de tempo nos deslocamentos. A gente sentiu muito isso na Área Comercial. Antes, havia uma barreira cultural que impedia as reuniões online, dava-se preferência às visitas presenciais. Isso mudou e gerou uma economia de tempo e de recursos tremenda, que entendo como um ganho de tempo e de produtividade. 

Muito se fala sobre o RH Digital. Como a tecnologia vem ajudando a tornar rotinas mais ágeis e eficientes? 

Antigamente, quando falávamos em recrutamento e seleção, passávamos dias entrevistando candidatos presencialmente. Hoje é possível fazer todo o processo pela internet, inclusive aplicação de testes. Na Norber estamos adotando testes psicológicos, de raciocínio verbal e lógico, assim como avaliação de personalidade. Graças à tecnologia, hoje o processo todo é feito à distância, desde a seleção e contratação de talentos até a integração. Desde que entrei, contratamos 5 pessoas – e, até agora, nenhuma delas esteve presencialmente na Norber, pois tudo foi feito à distância. 

Além disso, usamos o NewPonto Cloud e o NewMobile, ferramentas que desenvolvemos e que são excelentes. O mobile nos ajuda bastante, porque fornece a localização e verifica a selfie, ou seja, permite saber se o colaborador realmente está no local que foi combinado. É claro que cada empresa vive uma realidade diferente, e cada uma deve buscar no mercado as soluções tecnológicas mais adequadas que promovam ganhos de agilidade e eficiência para as necessidades específicas. 

De que maneira as soluções da Norber ajudam as empresas a fazerem uma melhor gestão dos colaboradores?  

O software da Norber é bastante versátil e se adequa perfeitamente às variadas situações. Ele ajuda o gestor a saber quem está online, quem fez visitas externas e até mesmo acompanhar quem está em home office. Com o NewMobile, por exemplo, conseguimos identificar exatamente quem está trabalhando remotamente e quem teve que ir à empresa – e, assim, pagar a ajuda de custo diária de home office ou acertar o vale transporte. A nossa ferramenta facilita demais a questão operacional. O gestor recebe alertas e também consegue enxergar com muita facilidade os gráficos que mostram se está havendo muita hora extra. As justificativas são feitas diretamente no sistema, o que diminui papel e fluxo de e-mails. Isso é um facilitador muito grande na gestão operacional. O que é ótimo, porque o operacional é fundamental. Sem uma boa gestão operacional, empresa nenhuma consegue fazer uma boa gestão estratégica.  

Quais tendências da área de gestão de pessoas devem continuar em alta? 

Acredito que o futuro do trabalho é o modelo híbrido, mesclando o lado positivo do presencial e do remoto. Além disso, as reuniões continuarão remotas, acho que a questão das visitas presenciais, para as equipes comerciais, não muda nunca mais. Na verdade, a pandemia deu um empurrão em um formato que poderia ter se consolidado há mais tempo, mas que encontrava resistência das empresas. Hoje em dia, faz muito mais sentido a empresa ter apenas uma base, ao invés de uma sede enorme, e manter os funcionários trabalhando em home office, com idas pontuais ao escritório.    

Em relação à gestão de pessoas, entendo que os processos continuam os mesmos. O grande desafio é manter o RH funcionando à distância, ou seja, fazer com que as coisas que aconteciam presencialmente também aconteçam virtualmente. A mudança para o ambiente remoto parece simples, mas exige uma mudança cultural e abre um leque de possibilidades enorme, sobretudo nas contratações. Já que estamos em home office, é possível ter pessoas de outros estados e até países trabalhando remotamente. Isso gera um outro olhar, que pode abrir portas para talentos de outros lugares e impactar a gestão de salários, que no futuro tende a se equalizar no país inteiro. 

Se pensarmos sobre o que tirar de bom desse momento, acho que a flexibilidade é o maior ganho. Porque teoricamente você pode morar em qualquer lugar, o que acaba desafogando os grandes centros e possibilita uma melhor qualidade de vida. Antes, se as suas férias acabavam na quinta-feira, você tinha que voltar para trabalhar na sexta e passar o fim de semana em casa. Com esse modelo mais flexível, você pode trabalhar em home office na sexta e retornar com tranquilidade no domingo. E isso é totalmente viável, pois a marcação do ponto online ou via smartphone por meio de um software como o da Norber já é uma realidade.

***

A Norber desenvolve sistemas que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Anywhere Office: como implementar esse modelo na sua empresa

Você conhece alguém que aproveitou a flexibilidade que a jornada remota proporciona para trabalhar diretamente da casa de praia ou campo? Em tempos de pandemia, cresce o número de adeptos do Anywhere Office – que, como o nome indica, é a política que dá ao colaborador a chance de escolher de onde cumprir a rotina de trabalho.

Considerado a evolução do home office, esse modelo de “escritório em qualquer lugar” vem seduzindo muita gente. Afinal, é um jeito de mudar de ares, melhorar a qualidade de vida e, para quem tem filhos, tirar as crianças de casa. Além disso, funciona para quem não encontra produtividade ou se sente solitário no home office, pois permite revezar dias na sede da empresa ou em um coworking, por exemplo.    

As empresas que adotam o formato relatam benefícios, como melhora da satisfação por parte dos funcionários e redução de custos com a estrutura tradicional de escritório. Porém, está claro que o Anywhere Office não se adequa a todas as companhias. Antes de implementá-lo, alguns aspectos precisam ser observados.

O primeiro deles é a cultura da empresa. Companhias onde a gestão é fortemente centralizada e hierarquizada dificilmente se adaptarão ao Anywhere Office, que é ainda mais flexível que o home office. O novo formato, afinal, exige relações mais de confiança do que de controle, além de líderes focados na gestão por resultados.  

Outro ponto crítico é o alinhamento da equipe. Apenas times colaborativos e capazes de manter um diálogo efetivo, com trocas constantes e abertas, podem se dar ao luxo de trabalhar de qualquer lugar sem pôr em risco a produtividade do grupo. Para garantir maior grau de alinhamento e comunicação, vale estabelecer períodos de horário obrigatórios para atendimento aos clientes e reuniões da equipe.  

Por último, mas não menos importante, é a infraestrutura disponibilizada pela empresa. Além de um notebook e uma boa conexão com a internet, é necessário assegurar que o colaborador terá acesso a todos os recursos, tecnologias, sistemas e informações de que precisa para trabalhar de forma produtiva, onde quer que esteja. 

Nesse sentido, soluções mobile e em cloud computing são excelentes aliadas. O NewPonto Cloud é o software em nuvem da Norber que viabiliza a marcação online do ponto. Por meio do computador com acesso à internet, o colaborador registra seus horários de entrada e saída de onde estiver, de acordo com a jornada estabelecida. Outra solução é o NewMobile, que permite a marcação remota via smartphone. 

A sua empresa já pensou em aderir ao Anywhere Office? Quais gargalos dificultam a implementação desse formato avançado de jornada flexível?

A Norber desenvolve sistemas que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes híbridas e remotas. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

RH Digital: um novo estágio na evolução da gestão de pessoas

Com um papel estratégico dentro das companhias, o RH tem que se reinventar sempre. Em constante evolução, o departamento vem redesenhando processos antigos por meio da incorporação de novas tecnologias. Esta transformação, apoiada em ferramentas de ponta como cloud, mobile e analytics, é o que caracteriza o RH Digital. Independentemente do porte ou segmento de negócio, saiba por que a gestão de pessoas deve avançar em direção a este novo estágio de evolução.

Otimiza rotinas do departamento pessoal

Operações relacionadas a controle de ponto e folha de pagamento precisam ser cumpridas com agilidade e precisão. No RH Digital, as antigas planilhas saem de cena, cedendo lugar a softwares que otimizam rotinas administrativas. Um sistema de gestão de frequência como o NewPonto Cloud da Norber armazena os dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online das jornadas de trabalho. 

Melhora a experiência do colaborador

Em um mundo cada vez mais conectado, os colaboradores desejam ter no trabalho as mesmas facilidades que a tecnologia lhes proporciona na vida pessoal. Uma solução como o NewMobile, que permite a marcação de ponto via smartphone, coloca o colaborador no centro da experiência digital, melhorando a percepção que ele tem da empresa em que trabalha. Quanto melhor sua experiência, maior será seu nível de produtividade, engajamento e inovação.   

Facilita o monitoramento de resultados

No RH Digital, todas as informações referentes a atrasos, faltas, férias e banco de horas dos colaboradores são atualizadas em tempo real. Por meio de relatórios analíticos completos, é possível monitorar resultados, observar tendências e usar os dados de maneira estratégica, com fundamentos para a tomada de decisão.     

Possibilita a gestão à distância

Na medida em que as jornadas remota e híbrida se tornaram uma alternativa na pandemia, crescem os cuidados dos líderes com a gestão e o bem-estar das equipes que atuam à distância. Felizmente, a tecnologia está aí para ajudar. Soluções mobile e em cloud computing melhoram a comunicação, proporcionam acesso remoto e facilitam a colaboração, independentemente da localização do colaborador.

Embora a digitalização do RH venha sendo anunciada há anos, ela agora deve ser encarada como prioridade. Ainda que cada companhia tenha particularidades e necessidades diferentes, é fundamental iniciar o processo de incorporação de tecnologias e elevar o nível de maturidade digital. A hora é agora, pois deixar de investir em inovações é arriscar-se a perder o bonde da história. 

A Norber desenvolve sistemas que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes híbridas e remotas. O NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Já o NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

5 dicas de gestão para liderar no complexo mundo VUCA

Você sente que o jeito como costumava trabalhar já não rende como rendia? Acha que processos engessados o impedem de responder rapidamente às demandas de parceiros e clientes? Ou que impor autoridade não funciona com quem está em jornada remota? De fato, os parâmetros mudaram drasticamente e o mercado de trabalho está reinventando não só seu modo de operar como também sua própria cultura corporativa. O conceito VUCA, que explica o mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo em que vivemos, ajuda a entender o atual cenário de transformações aceleradas no qual as ferramentas tecnológicas têm papel indispensável. Confira dicas para liderar neste ambiente de incertezas e se manter relevante no futuro.  

  1. Pense e aja rápido

Turbulências são passíveis de ocorrer a qualquer momento, como ficou demonstrado com a pandemia do coronavírus. É imperativo ser capaz de reagir adequadamente e em curto espaço de tempo. Por isso, companhias dos mais diversos segmentos têm adotado metodologias ágeis, que propõem reduzir burocracias e acelerar o desenvolvimento de produtos e serviços. Independentemente de qual técnica você escolher, tenha em mente que a agilidade pode ser decisiva para a sobrevivência do negócio.     

  1. Horizontalize a gestão

A liderança baseada em autoridade e hierarquia é coisa do passado. Sobretudo agora, com colaboradores em home office ou praticando a jornada híbrida, é necessário incentivar as equipes a trabalharem de forma interdependente, com todos colaborando pelo mesmo propósito. Delegue tarefas, dê autonomia, comunique expectativas, estabeleça metas e valorize o trabalho em equipe. Só assim você inspirará as pessoas a darem o melhor de si.    

  1. Seja flexível

Você consegue suportar a pressão ou sucumbe diante de qualquer imprevisto? Ser resiliente e flexível é imprescindível para se manter focado e enfrentar dificuldades que inevitavelmente surgem no dia a dia. Outra característica necessária nestes tempos de mudanças é a capacidade de aprender permanentemente. Para não ficar para trás e nem ser substituído, seja curioso, proativo e busque sempre conhecer áreas novas. 

  1. Automatize processos

Ninguém merece ter de realizar tarefas manuais e repetitivas quando há no mercado softwares que podem executar as mesmas operações com mais velocidade e eficiência, não é mesmo? Além de eliminar erros humanos, a automação de processos possibilita que seu time se dedique exclusivamente a questões estratégicas. Implemente sistemas e ferramentas tecnológicas disponíveis, como cloud computing e controle de frequência online, para ganhar agilidade, alavancar a produtividade e abrir vantagem competitiva.    

  1. Use os dados a seu favor

Em tempos de Big Data, ficar alheio às possibilidades que a análise de dados e o cruzamento de informações oferecem é desperdiçar a chance de compreender a realidade dentro e fora da empresa. Desde hábitos do consumidor digital até o controle da jornada do colaborador, use dados para enxergar com mais clareza situações complexas e traçar melhores estratégias. 

A Norber desenvolve sistemas que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes híbridas e remotas. O NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Já o NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Como identificar riscos e retomar o rumo do crescimento em 2021

A sua empresa projeta crescimento ou se manterá estagnada em 2021? Por causa da crise e do cenário ainda repleto de incertezas, a primeira reação dos gestores é colocar o pé no freio, congelando investimentos, cortando custos ou evitando novas contratações. Porém, manter a postura reativa por um período prolongado pode gerar um efeito adverso, como perda de market share e dificuldade de encontrar fontes alternativas de receita. Por isso, antes de tomar qualquer decisão drástica, é importante identificar riscos, dimensionar problemas e, então, escolher como trilhar o caminho do crescimento.

Fatores de risco

O primeiro passo para formatar um plano de crescimento é identificar eventuais problemas. De modo geral, queda do faturamento, fluxo de caixa negativo e redução da liquidez são indicativos de que algo não vai bem no seu negócio. Também devem acender o sinal de alerta fatores como a queda do valor de ações, dificuldade de captação de recursos e aumento de contas a pagar em curto e médio prazos. Em relação aos fatores internos, o turn over de talentos e a falta de engajamento dos colaboradores são pontos de atenção que devem ser devidamente analisados e contornados. Com calma e pé no chão, use indicadores de desempenho para dimensionar problemas e tomar decisões acertadas. Seja realista e não supervalorize dificuldades, pois o medo paralisa e impede de seguir adiante.   

Estratégias de crescimento

Uma vez identificadas as dificuldades, é hora de focar nas soluções. Ao invés de ficar remoendo problemas, dedique-se a encontrar oportunidades. Se efetuar contratações está fora de cogitação, por que não investir no treinamento da força de trabalho existente? São colaboradores motivados e comprometidos com resultados que podem, afinal, ajudá-lo a superar desafios, virar o jogo e entrar numa trajetória ascendente.        

Investir em tecnologia é outra medida que deve fazer parte do seu plano de crescimento. Ainda que impliquem em gastos imediatos, soluções que automatizam processos geram inúmeros benefícios, como agilidade na execução de tarefas diárias e economia de mão de obra. Também vale apostar em cloud computing e em softwares para a gestão remota dos colaboradores, já que o home office e a jornada híbrida seguem em alta neste início de ano. 

Sistemas de controle de frequência como o NewPonto Cloud e o NewMobile da Norber são aliados do crescimento. Por possibilitarem a marcação do ponto online e à distância, garantem eficiência à gestão da jornada e maior controle das horas extras.  

A Norber desenvolve sistemas que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, incluindo equipes híbridas e remotas. O NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Já o NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Retrospectiva Norber 2020: a trajetória do mercado de janeiro a dezembro

O ano de 2020 foi realmente desafiador. A inesperada ameaça à saúde global fez a sociedade rever valores e mudar hábitos. Assim como as pessoas, as empresas também tiveram de se adequar a uma nova realidade e enfrentar os impactos sociais e econômicos advindos da pandemia. Em uma retrospectiva, confira a trajetória do mercado corporativo de janeiro a dezembro e entenda como as soluções inovadoras da Norber ajudaram as empresas a driblarem desafios.   

Janeiro

O início do ano foi cheio de expectativas. Como quem lista promessas na noite de Réveillon, fizemos listas de prioridades para sermos mais produtivos. As empresas vislumbravam crescimento e a automação de tarefas administrativas estava entre as prioridades para elevar a eficiência operacional.  

Fevereiro

Se no Brasil as empresas concediam folga mediante compensação para os funcionários curtirem o Carnaval, na China e na Europa uma ameaça chamada novo coronavírus tirava vidas e ameaçava economias. Mal sabíamos que as festas nos blocos de rua e trios elétricos seriam nossas últimas comemorações sem risco.  

Março

Em 11 de março a OMS declarou a Covid-19 pandemia. No Brasil, os primeiros casos surgiram com pessoas vindas da Europa, como o funcionário de uma famosa empresa de investimentos. Quando ele foi diagnosticado, o mercado corporativo se assustou. A ameaça estava perto e, como medidas iniciais para proteger os colaboradores, as empresas cancelaram viagens, desmarcaram eventos e passaram a seguir as recomendações sanitárias fornecidas pelos órgãos de saúde. Aos poucos, companhias com cultura digital mais fortalecida ampliaram seus programas de home office.  

Abril

No início de abril, o governo brasileiro estabeleceu o Auxílio Emergencial para milhares de pessoas que ficaram sem renda em decorrência da pandemia. Em relação às empresas, a ajuda veio com medidas como o adiamento do recolhimento do FGTS. Em seguida, a MP 936 (posteriormente transformada em lei) possibilitou a suspensão de contratos e redução da jornada e salário. Pouco antes, a MP 927 flexibilizou regras de home office, férias e banco de horas para minimizar os impactos econômicos da crise. A Norber deu todo o suporte necessário aos clientes, auxiliando-os a ajustarem os sistemas de controle de frequência para, por exemplo, criar um banco de compensação de 18 meses ou fazer antecipação de feriados. O NewPonto Cloud, como o diretor comercial Anderson Guimarães explicou em entrevista, apresentou as características necessárias para assimilar todas as mudanças tranquilamente.

Maio

Na medida em que o número de infectados aumentava e cumpríamos a quarentena, o medo e a sensação de isolamento começaram a pesar. Para quem experimentava o home office pela primeira vez, foi preciso aprender a controlar a ansiedade e criar uma nova rotina para garantir a produtividade. Cuidados com a saúde mental passaram a ser discutidos nas companhias, assim como as características dos líderes que mais se destacavam no enfrentamento da crise.   

Junho

Questões relacionadas à gestão à distância e ao controle de ponto no home office se intensificaram quando ficou claro que a pandemia duraria mais que três meses. A jornada remota passou de provisória para definitiva na estratégia de muitas empresas, evidenciando a importância de cloud computing e de soluções como o NewMobile para a superação de gargalos.    

Julho

O RH teve papel estratégico no enfrentamento da pandemia. Além de criar planos de contingência e apoiar a adaptação à nova realidade de trabalho, também concentrou informações para a tomada de decisões. Entre as atribuições do RH no “novo normal”, destaque para a implementação de tecnologias para um futuro cada vez mais digital e baseado em analítica. Outro papel fundamental é o de melhorar o engajamento das equipes remotas com técnicas motivacionais.  

Agosto

Com a mudança de hábitos, as empresas passaram a rever suas políticas de benefícios. O vale-transporte perdeu a razão de existir dada a ausência de deslocamentos, dando lugar a auxílios financeiros para custeio de despesas extras no home office, como contas de energia, telefone e internet.   

Setembro

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) começou a vigorar em meados de setembro, depois que o Senado derrubou a MP que postergava seu início para 2021. Além disso, acompanhando o avanço dos planos de reabertura dos Estados, os escritórios se organizaram para o retorno às atividades presenciais, com escalonamento de equipes e controle de acesso aos ambientes. 

Outubro

A jornada híbrida, na qual os colaboradores conciliam dias em home office com dias em trabalho presencial, ganha destaque entre as alternativas nas empresas. Para ter flexibilidade, autonomia e produtividade neste modelo, vale usar tecnologias mobile, controle de ponto online e softwares em nuvem.    

Novembro

Com o fim do ano se aproximando, os gestores deram início ao Planejamento 2021. Por mais difícil que seja planejar o futuro em tempos tão incertos, é inegável a importância de se traçar cenários, rever metas, alinhar propósitos e elencar prioridades de investimentos. É só assim, afinal, que uma empresa pode almejar inovação e crescimento.  

Dezembro

Para aumentar a segurança jurídica, nota técnica do governo orientou os empregadores sobre como proceder quanto ao pagamento do 13º salário e das férias nos casos de suspensão do contrato e redução da jornada. Em vários países, a imunização contra a Covid-19 está cada vez mais próxima, trazendo esperança para um Ano Novo melhor. 

A Norber desenvolve sistemas de controle de frequência que ajudam as empresas a driblarem os desafios. Para 2021, desejamos aos nossos funcionários, parceiros e clientes um ano repleto de saúde, paz e muita prosperidade. 

Para conhecer as funcionalidades do NewPonto Cloud, do NewMobile e do NewAcesso, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial. 

Planejamento 2021: o papel da liderança no “novo normal”

Frente aos desafios que o “novo normal” impõe às empresas, a capacidade de liderança dos gestores será decisiva na condução do planejamento estratégico em 2021. Para avançar na rota do crescimento e da inovação, é fundamental contar com profissionais capazes de lidar com situações adversas, tomar decisões rápidas e transmitir confiança, sem jamais perder os objetivos de vista. Saiba o que mais é esperado dos líderes corporativos no ano que se aproxima.

Resiliência e empatia

Líderes resilientes mantêm equilíbrio e foco, mesmo diante de imprevistos. Sobretudo em momentos de crise, é preciso ser adaptável e flexível para suportar a pressão, não permitindo que problemas alterem seu estado psicológico. Gestores com essa habilidade desenvolvida encaram os desafios com coragem e otimismo, mantendo a autoestima própria e da equipe. Outra habilidade preciosa é a empatia, capacidade de construir melhores relações interpessoais colocando-se no lugar do outro. 

Agilidade e uso de dados 

Em um mundo onde as mudanças acontecem em ritmo acelerado, sai na frente quem toma decisões rápidas e assertivas. A velocidade na entrega é uma demanda do mercado e existem metodologias ágeis que destravam burocracias e aceleram o fluxo do trabalho. Na era do Big Data, use dados disponíveis para orientar escolhas, direcionar estratégias, antecipar necessidades dos clientes e fazer uma melhor gestão de riscos. 

Espírito de inovação

Líderes conectados e antenados fazem da tecnologia uma alavanca para o crescimento da empresa. Cada vez mais, softwares que automatizam processos, sistemas de gestão e soluções em cloud computing são indispensáveis na inevitável corrida por competitividade. Coloque a transformação digital na lista de prioridades, dê um upskilling na força de trabalho e motive seu time a olhar o futuro, valorizando a inovação. 

Capacidade de gerenciar equipes remotas

Novos tempos exigem novos modelos de trabalho. Com o home office e a jornada híbrida se consolidando nas empresas, cabe aos líderes gerenciar equipes remotas com a máxima eficácia possível. Por meio do NewPonto Cloud, sistema de gestão de frequência em nuvem da Norber, o gestor pode fazer o controle de jornada dos colaboradores de maneira remota, com praticidade e agilidade. Outro ponto de atenção das lideranças é o engajamento das equipes que trabalham à distância. Para manter a produtividade em alta, seja uma fonte de inspiração, estabeleça relações de confiança, mantenha a comunicação aberta e estimule o trabalho colaborativo. 

Como líder, quais suas prioridades e estratégias para 2021? Conte-nos sua experiência e seus planos para atingir os objetivos de longo prazo.  

A Norber desenvolve softwares de controle de acesso e de frequência que facilitam a gestão da jornada de colaboradores presenciais e remotos. Para conhecer as funcionalidades do NewPonto Cloud, NewMobile e NewAcesso, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.