O departamento jurídico e seu papel preventivo

Consulte sempre um advogado. A frase, que pode parecer chavão, é uma prática recorrente nas empresas que preferem evitar transtornos a correr riscos que acarretem prejuízos financeiros ao negócio. Diante da crescente tendência à judicialização, os departamentos jurídicos, e mesmo os escritórios de advocacia externos, têm presença cada vez mais determinante nos processos decisórios.

Ao invés de ser acionado apenas para “apagar incêndios”, o departamento jurídico hoje atua preventivamente, desempenhando uma função estratégica nas organizações. Realizar as adequações tributárias junto aos diversos órgãos governamentais, assessorar contratos de fusões e aquisições, assim como orientar operações que respeitem as leis ambientais e urbanísticas, são atribuições dos advogados corporativos dentro das organizações modernas.

Igualmente importante é o cumprimento das obrigações trabalhistas e previdenciárias. Hora extra não paga, erros no depósito do FGTS e divergência quanto à marcação da jornada de trabalho, frequentemente geram litígios jurídicos que, não apenas comprometem o bolso do empregador, como podem causar danos irreparáveis à imagem da empresa.

A Norber é especialista em gestão de controle de ponto e conta com ferramentas que auxiliam o departamento jurídico proativo. Um software como o NewPonto, por exemplo, minimiza os riscos de descumprimento de obrigações trabalhistas na medida em que automatiza a marcação dos horários de entrada e saída dos colaboradores.

Realizando a gestão de frequência de modo confiável, é uma solução útil para preservar a transparência na relação entre empregador e empregado. Para conhecer as funcionalidades do NewPonto e outras soluções, acesse www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

O departamento jurídico e seu papel preventivo
O departamento jurídico e seu papel preventivo