RH estratégico: como preparar a empresa para o futuro

RH estratégico: como preparar a empresa para o futuro

O trabalho não será o mesmo após a Covid-19. Passada a fase crítica e de mudanças urgentes na empresa, é hora de arrumar a casa e orientar as estratégias de médio e longo prazos, que garantirão a perenidade do negócio no futuro. Confira como um RH estratégico irá ajudar na recuperação pós-pandemia:

Alinhar objetivos

Por questão de sobrevivência, muitas empresas tiveram de se reinventar e adaptar suas linhas de atuação durante a pandemia. Algumas lançaram novos produtos ou serviços, outras passaram a vender online. Provisórias ou permanentes, essas mudanças têm impactos internos – e o RH pode aproveitar para alinhar os objetivos estratégicos da companhia à rotina dos funcionários. É possível que as novas demandas requeiram outros conhecimentos e habilidades. Por isso, verifique se as equipes estão prontas para assumir atribuições diferentes, promova os treinamentos necessários para que todos sejam capazes de contribuir na nova etapa e, se necessário, busque talentos no mercado. 

Priorizar a saúde e o bem-estar do colaborador

A segurança dos colaboradores continuará sendo um ponto de atenção, pois a pandemia, infelizmente, não tem data para acabar. Por hora, quem puder continuar em home office, melhor. Já para o retorno à rotina presencial, é necessário levar em consideração os riscos de aglomeração tanto no deslocamento como nos acessos e espaços de trabalho. Revise escalas e horários, siga rigorosamente os protocolos sanitários, adeque estruturas e cuide para que todos sigam as regras de distanciamento e uso de máscara. Acolha, oriente e acompanhe o estado físico e emocional dos colaboradores. Ainda há muitas dúvidas e receios, e a comunicação transparente é a melhor forma de manter a equipe confiante e unida. 

Repensar o local de trabalho e as tecnologias

A experiência do home office em larga escala trouxe lições e mostrou que mais gente pode trabalhar remotamente do que se imaginava. Frente a este cenário, vale dedicar um tempo para a autoanálise, repensando processos, modelos de gestão, o papel do escritório físico e a possibilidade de manter departamentos em jornada remota permanentemente. Para ajudar a empresa a tomar decisões estratégicas deste tipo, o RH deve avaliar prós e contras em termos de produtividade, trabalho em equipe e custos dos espaços físicos, assim como pacotes de benefícios. Outro ponto importante é o investimento em tecnologia. Soluções mobile e sistemas em nuvem, por exemplo, são indispensáveis para garantir o gerenciamento da força de trabalho à distância. 

A Norber desenvolve softwares que facilitam o controle de frequência dos colaboradores, incluindo dos que trabalham em home office. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.