Os impactos da tecnologia 5G no mercado de trabalho

Os impactos da tecnologia 5G no mercado de trabalho

Com previsão de chegar às capitais brasileiras em julho deste ano, o 5G já está movimentando o mercado de trabalho. Saiba quais são as carreiras mais promissoras e como preparar a força de trabalho da sua empresa para as oportunidades que a quinta geração de internet móvel promete proporcionar. 

Oportunidades em tecnologia

A área de tecnologia é considerada a mais quente quando o assunto é 5G. Com potencial para impactar diversos ramos de negócios, a nova tecnologia pode impulsionar carreiras e demandar profissões que ainda nem existem. E a movimentação já começou: empresas de telecomunicações vencedoras do leilão do 5G estão buscando ativamente engenheiros, técnicos e profissionais de TI para a implementação da infraestrutura necessária e ampliação de redes dentro dos prazos estabelecidos. Estima-se que 50 mil empregos formais sejam criados neste ano. Até 2025, considerando as múltiplas aplicações que a novidade vai proporcionar, o número pode superar 670 mil vagas.

Além de técnicos e desenvolvedores, deve crescer a demanda por especialistas em dados, inteligência artificial, cloud computing, mobile, segurança da informação, internet das coisas (IoT), machine learning e UX design. Em razão do deficit de mão de obra especializada, a disputa por profissionais qualificados é alta, assim como as remunerações, atrativas sobretudo para cargos que exigem mais experiência.

O papel do RH e das lideranças

Mais rápida e com menor latência que a rede atual, a tecnologia 5G promete interconectar múltiplos dispositivos, tornar as cidades inteligentes e as indústrias, muito mais eficientes. Da telemedicina ao agronegócio, do marketing ao setor financeiro, há um leque de oportunidades a serem exploradas, incluindo novos modelos de negócios e estilos de gestão. 

Robotização, automação em escala e conectividade de objetos inteligentes proporcionados pelo 5G exigirão novas habilidades profissionais nas mais distintas carreiras – e não só nas relacionadas à área de tecnologia. Por isso, além de atrair e selecionar talentos no mercado, é papel do RH apoiar as lideranças nas estratégias em longo prazo. As organizações devem ampliar investimentos em transformação digital, sem esquecer a requalificação da mão de obra. Upskilling, reskilling, compartilhamento de conhecimentos por meio de multiplicadores internos e parcerias com institutos de pesquisa e universidades são temas essenciais nas empresas que desejam inovar e continuar relevantes no futuro.  

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, tanto presenciais quanto remotos. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Equipe Comercial.