O que você precisa saber sobre consumo colaborativo

Os hábitos de consumo estão mudando, inclusive no Brasil. O desejo de possuir algo vem sendo substituído pelo de experimentar e, neste contexto, surgem no mercado empreendimentos colaborativos nos mais diversos segmentos de negócios. São cada vez mais frequentes as caronas compartilhadas, o coworking e o aluguel de casas e apartamentos particulares, assim como de bicicletas, roupas e acessórios.

A pesquisa “Consumo Colaborativo”, feita pelo SPC Brasil e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), mostra que 67% dos entrevistados acreditam que é mais importante utilizar um produto do que tê-lo, e que 68% se imaginam participando de práticas de consumo colaborativo em no máximo dois anos. Veja como sua empresa pode empreender nesse segmento e ser mais rentável.

Tenha um posicionamento adequado

Poupar dinheiro, evitar o desperdício, diminuir o consumo excessivo, incentivar a convivência e contribuir para a preservação do meio ambiente são as principais vantagens da economia compartilhada enxergadas pelos consumidores, segundo o estudo. Por isso, ter um posicionamento adequado junto aos potenciais clientes pode alavancar o seu negócio de modo significativo. Oferecer o que o consumidor realmente deseja e fazê-lo entender qual o propósito do seu produto ou serviço podem fazer toda a diferença na hora dele se decidir ou não pela compra.

Invista em tecnologia

Se há poucos anos um número pequeno de consumidores se atrevia a fazer transações online, hoje a tecnologia é cada vez mais uma aliada do mundo dos negócios. Por isso, invista em plataformas adequadas, que sejam fáceis e intuitivas nas suas maneiras de operar, navegar e efetuar pagamentos. Ter um site na Internet e perfis nas redes sociais também são essenciais para manter o relacionamento com seus públicos de interesse e, claro, gerar mais negócios.

Seja confiável para ser recomendado

Ainda segundo a pesquisa, as principais barreiras para o consumo colaborativo são a falta de confiança, o perigo de lidar diretamente com estranhos e a falta de garantia no caso de não cumprimento do acordo. Para vencer esses obstáculos, o seu negócio deve ser confiável para ser usado e, posteriormente, recomendado. Avaliações dos usuários sobre o produto ou serviço, assim como sobre os fornecedores, por exemplo, demonstram comprometimento com a transparência e com a qualidade do serviço prestado. Isso minimiza riscos e gera confiança, “curtidas” e recomendações a outros potenciais clientes.

Especialista em controle de frequência, a Norber desenvolve soluções tecnológicas que visam a melhoria de processos voltados à gestão de pessoas. O NewPonto é um software que integra o controle de ponto à folha de pagamento, otimizando tarefas administrativas. Para conhecer as funcionalidades desta ferramenta, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

O que você precisa saber sobre consumo colaborativo
O que você precisa saber sobre consumo colaborativo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *