Copa do Mundo: como organizar o esquema de trabalho em dia de jogo

Copa do Mundo: como organizar o esquema de trabalho em dia de jogo

A cada quatro anos, os brasileiros se mobilizam em frente à TV para acompanhar os jogos da Seleção na Copa do Mundo. Num país em que o futebol é paixão nacional, a pergunta dos funcionários é: vamos trabalhar nos dias de jogo ou não? Levando em conta que duas das três partidas da primeira fase caem durante a semana, e em horário de expediente, é importante que as empresas definam políticas claras para evitar faltas injustificadas e não deixar a produtividade cair.

Liberar ou não liberar

Dia de jogo do Brasil não é feriado e as empresas, portanto, não têm obrigação de liberar seus funcionários. Na prática, no entanto, acabam flexibilizando horários para permitir que os colaboradores assistam aos jogos. A partir do fuso horário russo, pode-se estabelecer o início da jornada de trabalho um pouco mais tarde ou o encerramento das atividades antes do horário da partida. Também é possível combinar com os funcionários a interrupção apenas no período do jogo. Em casos de departamentos que não podem parar por completo, pode-se organizar um esquema de plantão ou rodízio.

Compensação de horas

Caso opte pela liberação, a empresa pode exigir a compensação de dias ou horas liberados. Conforme a nova legislação trabalhista, empregadores e empregados podem realizar acordos individuais para compensar os períodos não trabalhados. Segundo o artigo 59 da CLT, a compensação deve ocorrer dentro do mesmo mês para acordos verbais, em seis meses para acordos por escrito e em até 1 ano, caso passe pelo sindicato da categoria. Em qualquer caso, é responsabilidade do empregador definir e comunicar as regras da compensação e do uso do banco de horas.

Telão no escritório

Algumas empresas optam por colocar telão no escritório, evitando o deslocamento dos funcionários. Além de poupar tempo, esta medida também pode contribuir para tornar o ambiente de trabalho mais descontraído, promovendo a interação através da torcida. O colaborador pode usar a camiseta da Seleção? Neste caso, vale o bom senso: tudo depende do grau de formalidade da empresa.

Atenção à bebida alcoólica

Futebol combina com cerveja… mas, se o jogo estiver sendo transmitido nas dependências da empresa, é importante ficar alerta: o empregador é responsável pelos funcionários. Por esse motivo, vale considerar a eventual ocorrência de discussões na hora de liberar o uso de bebidas alcoólicas. Beber fora e voltar para trabalhar alcoolizado, por sua vez, pode custar ao empregado advertência e até demissão por justa causa.

Especialista em gestão de controle de ponto, a Norber desenvolve sistemas que otimizam processos organizacionais do RH. Um software como o NewPonto automatiza a marcação dos horários de entrada e saída dos funcionários e integra as informações à folha de pagamento. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

Posted in RH