Big Data: como gerar valor com uma estratégia baseada em dados

https://docs.google.com/document/d/1vRpwj6p29KFP2ewJVDdobmESQ-rcDs4U/edit

O futuro dos negócios está ligado ao uso estratégico dos dados. Com o avanço da digitalização, a quantidade de novas informações produzidas por ano deve ultrapassar a marca de 175 trilhões de gigabytes em 2025. Mas, mais do que esse gigantesco e exponencial volume, o Big Data é importante pelo valor que pode gerar para as empresas, tornando-as mais eficientes e competitivas. 

Com potencial para impactar negócios de todos os portes e segmentos, o Big Data tem sido usado pelas organizações para diversos fins. Entre outras coisas, permite entender o comportamento do consumidor, identificar demandas, melhorar o desempenho da força de trabalho, aprimorar a operação, precificar produtos e orientar estratégias promocionais, mensurar a satisfação do cliente e até segmentar públicos para as campanhas de marketing. A sua utilização, portanto, beneficia as diversas áreas de uma organização, desde Pesquisa & Desenvolvimento até Logística, Marketing e Vendas. 

Tudo isso é possível porque as diversas soluções tecnológicas disponíveis no mercado não só coletam como também integram e interpretam os dados de múltiplas fontes disponíveis, que vão desde histórico de navegação na internet e cadastros de clientes até informações de estoque e de controle de ponto. Por meio de análise de dados, estatísticas e algoritmos, esses sistemas, cada vez mais atrelados à inteligência artificial, possibilitam respostas para problemas reais, muitas vezes antecipadamente e de maneira preditiva. Por isso, quanto mais digital for sua empresa, mais informação baseada em dados você terá para tomar decisões assertivas.

Big Data no RH

O uso de Big Data no RH, também conhecido como People Analytics, permite melhorar os índices de produtividade dos colaboradores, otimizar processos, fazer contratações mais assertivas, aumentar a retenção de talentos, entre outras possibilidades. Dados do controle de ponto dos colaboradores, por exemplo, ajudam a identificar padrões de faltas e atrasos, mensurar o índice de absenteísmo, assim como volumes de horas extras e banco de horas. Com dados qualificados em mãos, o departamento pode mapear eventuais problemas e, consequentemente, focar em ações e investimentos mais efetivos.  

Em quais áreas a sua empresa utiliza o Big Data? O RH já se beneficia da análise de dados para realizar uma gestão de pessoas mais estratégica e focada na geração de valor para o negócio?    

A Norber desenvolve softwares de controle de ponto que facilitam a gestão da frequência dos colaboradores, tanto presenciais quanto remotos. O NewPonto Cloud armazena dados na nuvem, possibilitando o gerenciamento online da jornada. Já o NewMobile permite a marcação de ponto via smartphone, de qualquer lugar e em tempo real. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Equipe Comercial.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.