5 lições de Jeff Bezos para alavancar o seu negócio

5 lições de Jeff Bezos para alavancar o seu negócio

Fundador da Amazon, Jeff Bezos não só é o homem mais rico do planeta como também um dos executivos mais admirados no mundo dos negócios. Com uma fortuna estimada em US$ 112 bilhões, o criador da maior loja virtual do planeta tem um estilo de liderança arrojado que inspira empreendedores das mais diversas áreas. Conheça algumas estratégias de gestão praticadas pelo executivo americano tão visionário quanto polêmico.

  1. Foque no futuro

Mais que buscar resultados momentâneos e lucro em curto prazo, a Amazon se manteve relevante no mercado colocando foco no futuro. A empresa começou pelo e-commerce de livros e, no modelo de hoje, funciona como um marketplace que vende de tudo, além de competir com a Netflix no mercado de streaming por meio do Amazon Prime. Como a gigante norte-americana, observe as tendências, faça planos de negócios em longo prazo e seja capaz de antecipar mudanças.

  1. Não adie a tomada de decisões

Quem fica esperando o momento perfeito acaba ficando para trás. Num ambiente empresarial dinâmico e altamente competitivo, nem sempre o gestor dispõe de todas as informações que gostaria para tomar uma decisão importante. Isso, no entanto, não impede Bezos de seguir adiante. Para o fundador da Amazon, a maioria das decisões pode ser tomada quando se tem em mãos 70% das informações. Sai na frente quem aproveita o “timing” e é capaz de arriscar.

  1. Forme equipes de “2 pizzas”

Jeff Bezos acredita que as equipes envolvidas em um projeto devem poder ser alimentadas por “2 pizzas”, isto é, devem ser compostas por 5 a 7 profissionais. Por trás dessa regra está a ideia de construir times enxutos e de alto nível. Grupos de trabalho muito grandes podem gerar ineficiência, enquanto pequenos acabam sobrecarregados. Para garantir que os projetos sejam bem executados, busque profissionais capacitados e forme equipes de alto desempenho.

  1. Priorize o cliente

Muito do sucesso da Amazon vem da obsessão de Bezos pelo cliente. Diferentemente de gestores focados nas ações dos concorrentes, ele coloca o cliente no centro das atenções: busca suprir as demandas do consumidor e dar-lhe o melhor atendimento possível. Na prática, isso significa oferecer os preços mais baixos do mercado e ter uma política de entrega imbatível. Também vale criar um produto novo e funcional como o Kindle, leitor digital que alavancou o mercado de e-books.

  1. Invista em inovação

Um dos diferenciais da Amazon é o investimento contínuo em tecnologia. Se há 20 anos a patente do sistema “1-click” revolucionou o pagamento eletrônico ao permitir que o consumidor finalizasse sua compra em apenas 1 clique, agora a empresa voltou a surpreender com a Amazon Go. Localizada em Seattle, a loja de conveniência não tem caixas registradoras e nem atendentes. Graças a sensores, câmeras e um sofisticado sistema de automação, basta que o produto seja retirado da prateleira para que a cobrança seja debitada no cartão de crédito do cliente. Não por acaso, a experiência inovadora tem sido chamada de “loja do futuro”.

Especialista em gestão de controle de ponto, a Norber desenvolve sistemas que otimizam processos organizacionais. Um software como o NewPonto automatiza a marcação dos horários de entrada e saída dos funcionários e integra as informações à folha de pagamento. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.