4 passos para organizar o retorno ao trabalho presencial

4 passos para organizar o retorno ao trabalho presencial

Com a flexibilização da quarentena, os escritórios começam a retornar ao trabalho presencial. Para a segurança e bem-estar de todos, o retorno deve ser bem planejado e se basear na situação da pandemia na cidade e nos planos de abertura dos governos. Cabe às empresas agirem com responsabilidade, seguirem à risca as orientações das autoridades sanitárias e adotarem ações preventivas para evitar a propagação do coronavírus. Confira 4 passos para organizar a volta ao ambiente de trabalho e cuidar da saúde dos colaboradores: 

  1. Prepare o ambiente

O mundo não é mais o mesmo e é fundamental incluir na rotina os cuidados de higiene e distanciamento social. Além de solicitar o uso obrigatório da máscara pelos colaboradores, é necessário reorganizar as estações de trabalho de modo a manter o distanciamento entre as pessoas. Disponibilize álcool em gel em lugares estratégicos e forneça kits de higiene para desinfecção de objetos pessoais. Antes do retorno, vale revisar e aprimorar sistemas de ar-condicionado, aquecimento e ventilação, assim como treinar equipes de limpeza para que ambientes, mobiliário e corrimões sejam higienizados com frequência. Faça marcações para filas e dê especial atenção à recepção e ao refeitório, para evitar a aglomeração de pessoas. 

  1. Priorize a saúde do colaborador

Aferir a temperatura é uma prática que vem sendo adotada por muitas empresas. Porém, tão importante quanto isso é desenvolver protocolos sobre como proceder caso o colaborador tenha suspeita ou confirmação da doença. É fundamental divulgar os cuidados e, na presença de algum sintoma ou contato próximo com pessoa infectada, a orientação deve ser procurar o serviço de saúde e iniciar imediatamente uma quarentena em casa. Forneça apoio, esclareça dúvidas e acompanhe o estado de saúde de seus colaboradores. Todo cuidado é necessário para preservar o grupo. 

  1. Escalone horários 

Ao planejar o retorno das equipes, priorize a volta de profissionais que não fazem parte ou que não morem com pessoas do grupo de risco. Verifique a possibilidade de adotar jornadas alternativas de modo a contornar horários de pico no transporte público. Com um software de controle de ponto é possível organizar turnos e evitar aglomerações nos horários de entrada e saída. A jornada híbrida, parte presencial e parte home office, com marcação de ponto via smartphone, pode ser preferível para quem pode continuar trabalhando remotamente.

  1. Controle o acesso

O controle de acesso é um importante aliado no retorno às atividades presenciais. Além de limitar o número de pessoas em ambientes como o refeitório, por exemplo, viabiliza soluções automatizadas que dispensam o contato físico e, consequentemente, reduzem o risco de contaminação. Portas automáticas e com reconhecimento facial, cartão de aproximação para abertura de catracas, assim como integrações com equipamentos de higiene, são de grande utilidade neste momento. Também é recomendável limitar a entrada de clientes e visitantes. Sempre que possível, dê preferência às reuniões virtuais, que já se provaram produtivas.

O retorno ao trabalho presencial precisa ser planejado com muita atenção e cuidado. A sua equipe permanece em home office integral ou está retornando gradualmente? 

A Norber desenvolve softwares de controle de acesso e de frequência que facilitam a gestão da jornada de colaboradores presenciais e remotos. O NewPonto Cloud é um sistema de controle de ponto em nuvem que possibilita o gerenciamento online da jornada. Já o NewAcesso, ideal para portarias, estacionamentos, refeitórios e áreas restritas, é um módulo que integra a marcação de ponto eletrônico ao sistema de acesso. Para conhecer as funcionalidades destas soluções, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.