4 lições da Copa do Mundo para a gestão de negócios

4 lições da Copa do Mundo para a gestão de negócios

Tal como um campeonato esportivo de alto nível, o mundo corporativo é competitivo por natureza. Em ambos os campos, só alcançam o primeiro lugar no pódio aqueles que conjugam valores como trabalho em equipe, superação, aprimoramento técnico e inovação. Confira erros e acertos das seleções na Copa do Mundo da Rússia e inspire-se nestas lições para aprimorar a gestão do seu negócio.

  1. Capacite seu time

Futebol é um esporte coletivo e, nesta Copa ficou mais que provado que talento individual não faz milagre. Craques do porte de Cristiano Ronaldo e Lionel Messi pouco puderam fazer por Portugal e Argentina sem o apoio de companheiros que os acompanhassem. As empresas, do mesmo modo, não podem depender de uma única pessoa. Por isso, promova treinamentos para o seu time, valorize o trabalho coletivo e nivele sua equipe por cima. Com certeza, os esforços em capacitação trarão resultados superiores.

  1. Não se subestime

Quem diria que seleções de pouca tradição como a Croácia chegariam tão longe? Enquanto Itália e Holanda nem se classificaram e Espanha cairia frente a equipes tidas como “menores”, outras pequenas alavancaram resultados e alcançaram projeção internacional. No ambiente empresarial, histórias de superação deste tipo também acontecem. Com planejamento estratégico, eficiência e uma dose de ousadia, start-ups e pequenas empresas são capazes de concorrer e até superar gigantes do mercado.

  1. Diga não ao comodismo

Quem não evolui acaba ficando pra trás. A Alemanha, provavelmente a grande favorita da Copa, foi derrotada por México e Coreia do Sul, amargando a eliminação logo na primeira fase. Seu erro foi acomodar-se em sua confortável posição de liderança e deixar de se renovar. Para os empreendedores, fica a dica: faça sua parte para avançar. O mercado muda muito rapidamente e, para manter-se à frente é necessário se adaptar, investir em tecnologia e estar aberto a novos modos de fazer negócios.

  1. Aposte na força da diversidade

Grande campeã da Copa da Rússia, a seleção francesa foi pragmática e focada em resultados. Na final contra a Croácia, teve equilíbrio emocional para manter-se fiel ao compromisso tático e ao jogo coletivo. Em campo, teve desempenho superior e, com um time 80% formado por filhos de imigrantes, deu ao mundo uma lição sobre diversidade. Num ambiente de negócios cada vez mais globalizado, times compostos por pessoas de diferentes origens, crenças, etnias e classes sociais ampliam o campo de visão da empresa, que se enriquece culturalmente e ganha diferencial competitivo.

Especialista em gestão de controle de ponto, a Norber desenvolve tecnologias que modernizam processos organizacionais do RH. Um software como o NewPonto automatiza a marcação dos horários de entrada e saída dos funcionários e integra as informações à folha de pagamento. Para conhecer as funcionalidades desta solução, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.