4 dicas para realizar um feedback assertivo

4 dicas para realizar um feedback assertivo

No mundo corporativo, o feedback é um importante instrumento de líderes comprometidos com o desenvolvimento profissional e com o crescimento dos resultados. Baseado em uma comunicação eficaz, a prática de oferecer retorno sobre o desempenho do colaborador tem como objetivo alinhar estratégias, corrigir problemas e desenvolver melhores atitudes no ambiente de trabalho. Veja como realizar um feedback capaz de gerar mudanças efetivas e, consequentemente, trazer melhores resultados.

Mantenha a comunicação aberta

Como líder, dê exemplo e mantenha a comunicação aberta com sua equipe. Faça do diálogo um hábito e incentive seu time por meio de atitudes, pedindo que lhe deem feedback do seu próprio desempenho. Com isso, você demonstra que está aberto a críticas e que essa avaliação é uma prática saudável e necessária para o desenvolvimento de todos.

Faça avaliações construtivas

Não misture o pessoal com o profissional e lembre-se que as avaliações devem ser essencialmente construtivas. O feedback corretivo, com orientações sobre o que é necessário mudar, deve ser feito individualmente e estar focado em fatos e em seus impactos. Quando, por outro lado, a avaliação é positiva, elogie. Ao valorizar os acertos, você indica que o caminho está correto, fortalece a autoestima e estimula o engajamento da equipe.

Use seu feeling

Evite dar feedback em momentos de tensão, mas tampouco o adie demais. Se, de um lado, a avaliação em um momento de estresse pode ser mal interpretada e gerar conflito, de outro posterga-la pode resultar em esquecimento e, consequentemente, na repetição de erros. Use seu feeling para escolher a hora certa para dar um feedback, que pode dispensar formalidade, mas deve manter a regularidade.

Detalhe pontos específicos

Seja claro na mensagem que deseja passar. Para realizar um feedback assertivo, capaz de produzir mudanças e melhores resultados, procure ser o mais específico possível, tratando de tarefas, situações ou comportamentos pontuais. Também é importante que o feedback seja personalizado, isto é, leve em conta o histórico do profissional. Por último, esteja aberto para ouvir. Esse é o momento certo para o profissional expor dúvidas ou dificuldades e, assim, enxergar como superá-las desenvolvendo suas competências e habilidades.

Especialista em controle de frequência, a Norber desenvolve soluções que visam a melhoria de processos voltados à gestão de pessoas. O NewPonto é um software que integra o controle de ponto à folha de pagamento, otimizando tarefas administrativas. Para conhecer as funcionalidades desta ferramenta, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.

4 dicas para realizar um feedback assertivo

2 thoughts on “4 dicas para realizar um feedback assertivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *