Treinamento e desenvolvimento: como criar programas eficazes

Sua equipe apresenta rendimento abaixo do esperado ou não consegue se adequar a um novo tipo de procedimento organizacional? Talvez seja a hora de avaliar o que pode estar provocando esse quadro e considerar aplicar um programa de capacitação que efetivamente traga melhoramentos para o profissional e para a empresa. Confira nossas dicas para obter resultados.

Faça o diagnóstico preciso

Um erro recorrente dos programas de capacitação é o diagnóstico falho. O primeiro passo, portanto, é detectar quais são os pontos fracos da equipe e então, com o apoio do RH, promover um programa de qualificação adequado. Enquanto treinamentos visam preparar o colaborador para algo mais pontual e específico, como operar um novo sistema ou realizar determinada atividade, os programas de desenvolvimento profissional costumam ser mais abrangentes e trazer benefícios em médio e longo prazos.

Defina orçamento e periodicidade

Depois de definido o objetivo da capacitação, seja um treinamento ou um programa mais amplo de desenvolvimento, é importante definir orçamentos. A qualificação profissional deve ser parte do plano estratégico da empresa e, portanto, requer certa periodicidade. Leve em conta que questões pontuais podem até ser resolvidas numa única etapa, mas que transformações mais profundas, normalmente associadas a hábitos comportamentais ou à cultura organizacional, podem levar meses para acontecer. Por isso, avalie custos planejando programas que tenham continuidade.

Alinhe expectativas

Quantas vezes você ouviu um colaborador se queixar que treinamento é perda de tempo? Isso geralmente acontece quando o programa de capacitação não atende a expectativa do funcionário, isto é, não traz respostas para suas dúvidas e dificuldades. Converse com a sua equipe e entenda a origem dos problema. Ao considerar as questões do colaborador, a capacitação vai direto ao ponto – e o que é melhor, com altas taxas de engajamento.

Avalie resultados

Procure mensurar resultados para checar a efetividade de programas de treinamento e desenvolvimento. Busque meios de avaliar se houve ou não a mudança desejada e peça feedback dos participantes sobre temas abordados, qualidade dos instrutores e utilidade do conhecimento transmitido.

Especialista em gestão de controle de ponto, a Norber desenvolve sistemas que otimizam processos organizacionais. Um software como o NewPonto automatiza a marcação dos horários de entrada e saída dos funcionários e integra as informações à folha de pagamento. Para conhecer as funcionalidades desta ferramenta, visite www.norber.com.br e fale com a Área Comercial.